"SEJA BEM VINDO!"

"FELIZ AQUELE QUE TRANSFERE O QUE SABE E APRENDE O QUE ENSINA." Cora Coralina

Pesquise aqui!

Carregando...

Quem sou eu

Minha foto
São Paulo, SP, Brazil
Aprendi que tudo na vida se aprende tentando e errando, tentando e acertando.Sou uma pessoa otimista, positiva e feliz! Amo minha vida, "meu" vida e minha Jady!

Digital clock

Seguidores

Fofos demais

visitas ao blog

Tecnologia do Blogger.
segunda-feira, 9 de julho de 2012
Papai esta com um machucado na perna que vem tratando com intervenção médica sim, mas também com o auxilio da natureza e tem sido bem positivo!!!
Minha amiga Lourdes me indicou uma erva chamada Erva de Bicho, então fui pesquisar na internet....




Nome popular: Erva-de-bicho, Acataia.
Nome científicoPolygonum hydropiperoides Michx.
Família: Polygonaceae.
Origem: Ásia.
Propriedades: Adstringente, estimulante, diurética (faz urinar), vermicida (elimina vermes), antigonorréica, anti-hemorroidal, antidiarréica, vermífuga.
Características: Planta herbácea anual, aquática, de 40 a 60 cm de altura. Existem no país mais 3 espécies desse gênero, com propriedades semelhantes, tendo inclusive os mesmos nomes populares. Possui crescimento muito vigoroso, sendo considerada indesejável em áreas agrícolas e canais de drenagem no sul do país.
Parte usada: Folhas e ramos.
Usos: É amplamente utilizada na medicina caseira em muitas regiões, sendo considerada adstringente, estimulante, diurética (faz urinar), vermicida, antigonorréica, anti-hemorroidal, sendo empregada também na aplicação local contra úlceras de pele, erisipela e artrite. Indígenas das Guianas utilizam um gel preparado de sua seiva como colírio para inflamações dos olhos. Internamente a planta é empregada contra diarréia, parasitoses intestinais, astenia, e indisposição. Externamente é utilizada no tratamento de erisipelas, hemorróidas e contra dores de origem reumática.

Atenção: É considerada abortiva, não sendo recomendada para mulheres em gestação.
Forma de uso / dosagem indicada: Para afecções das vias urinárias, erisipelas, eczemas, varizes, fragilidade capilar, e como estimulante da circulação, a literatura recomenda o seu chá preparado adicionando-se água fervente em 1 xícara (de chá) contendo 1 colher (de sopa) de folhas e ramos picados, na dose de 1 xícara (de chá), 3 vezes ao dia.

Recomenda-se também para seu uso externo, em aplicações locais de seu chá concentrado contra afecções da pele, feridas e úlceras varicosas, e na forma de banho de assento, contra hemorróidas, e como cataplasma, nos casos de reumatismo, artrites e dores musculares. (http://www.cultivando.com.br)

Encontrei também outra erva, Barbatimão...

Barbatimão é uma árvore que pode medir entre 4 e 6 metros. Possui caule e ramos bastante tortos, com poucas folhas e é recoberta por casca de aspecto rugoso. Ocorre em terrenos arenosos ou argilosos bem drenados e pouco férteis. Sua casca a protege contra o fogo, o que é comum no ambiente em que vive. Rebrota após corte, persistindo em pastos onde se cria gado, a ponto de ser considerada, por pecuaristas, como daninha. A casca é bastante utilizada no curtimento de couro e possui propriedades cicatrizantes.

INDICAÇÃO: O chá de Barbatimão é adstringente e tônico, também é usado em inflamações do útero e ovários, hemorragia interna, cicatrizante, cistos, miomas, blenorragia, corrimento vaginal, úlceras, feridas, afecções da garganta, colite, diarréia, hemoptises, hemorragia uterina e gastrite.
Uso externo: Como cicatrizante e para lavagem íntima.

COMO FAZER: Coloque 2 colheres de sopa para um litro de água.
Deixe cozinhar por cerca de 10 minutos a partir do momento em que se inicia a ebulição, após esse tempo, retire do fogo e deixe repousando, tampada, por 10 minutos. Coe e está pronto para o uso. 

(http://profhenriquebiologia.blogspot.com.br)


1 comentários:

Renato disse...

parabéns pela estrutura e conteúdo de seu blog, forte abraço.
Renato Artesanato em MDF